quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Feliz Natal!!

Um Feliz Natal a todos os meus leitores! Desejo-vos um muito bom Natal, na companhia dos que mais amam e com uma mesa farta e uma árvore o mais recheada possível de presentes.



Beijinho :)
Vânia

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Viagem de fim de curso - help!

Olá meninas! Desculpem a ausência, mas ser finalista tem destas coisas.

Queria saber: alguém sabe de sítios porreiros e em conta (que não sejam Hostels) ou de sites de alojamento em Paris, França??~


sábado, 9 de novembro de 2013

Ideais de criança


[Ainda me estou a rir com isto!] Quem é que quando era pequeno nunca olhou para os adultos (por mais jovens que fossem) e pensasse que estes fosse já bastante "crescidos" e, no fundo, adultos? Eu, sem dúvida, pensei nisso imensas vezes. E mais: fui daquelas pessoas que olhava para os pais/avós/ outros familiares mais velhos e pensava que eles já tinham nascido assim, sem nunca terem passado por situações semelhantes àquelas por que eu passava.

Acho que esta publicação devia chamar-se "Mais um melodrama de finalista", ou pelo menos ter uma etiqueta do género (acho que a vou criar!), para que vocês pudessem ignorar a nostalgia em massa que já se instala. Eu sempre pensei que os estudantes universitários fossem jovens adultos maduros, porque olhava para eles como pessoas mais velhas e responsáveis.. Big BIG HUGE mistake! Quer dizer, sem querer generalizar, acho que somos todos umas crianças grandes. Somos umas crianças grandes ao ponto de, com 22 anos ainda lutarmos por um lugar num pouff, crianças grandes a ponto de jogarmos a coisas como strip matrecos (em público, apesar de que sem quaisquer indecências - ainda temos alguma dignidade a preservar), crianças grandes que continuam a ver o mundo com os mesmos olhos com que entraram na faculdade, com 18 anos recém celebrados, crianças grandes que ainda sentem receio do "mundo dos adultos" apesar de caminharmos para lá a passos largos,... . Se calhar é disso mesmo que gosto mais no meu grupo de amigos: o facto de ainda preservarmos um pouco da criancice e de não nos deixarmos levar completamente pelas responsabilidades da faculdade e pela seriedade dos projectos que nos conduzirão à vida adulta; gosto especialmente da rapidez com que alternamos assuntos como a iminência de alguns de nós se casarem/terem filhos com o nonsense verbal, com jogos parvinhos, com pijamas da Primark de corpo inteiro de vacas/gatos/renas ou com guizos de natal.

Portanto, crianças deste mundo: os estudantes universitários representam o melhor de dois mundos, porque equilibram sentido de responsabilidade com festas, parvoíce e nonsense em geral. Os adultos não são sérios e aborrecidos como pensam; os adultos preservam sempre um bocadinho do que é ser adolescente e do que é ser criança, mesmo depois de casarem e terem filhos, e é isso que torna a vida especial!

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Tenham medo esta noite.... MUITO MEDO!

 Boo! 

Sem tantos sustos, andava na internet à procura de um site simpático com sugestões de tradições de Halloween para iniciantes e encontrei este bem fofinho. Sugiro então que visitem este site aqui [atenção: conteúdo em INGLÊS]. Se não fossem pelas hiperligações com as instruções para cada um dos 31 pontos, ainda traduziria, mas realmente é preferível mesmo dar os créditos à autora.

Já agora, vou partir para a organização do meu top de filmes a visualizar na noite de Halloween. Aqui vão eles:

Van Helsing - Van Helsing

Ghostbusters - Os Caça-Fantasmas

Corpse Bride - A Noiva Cadáver

Sleepy Hollow - A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça

Beetlejuice - Os Fantasmas Divertem-se

Gremlins - O Pequeno Monstro


The Addams Family - A Família Addams

(Sim, a maioria são comédias e então? Eu nem sempre gosto de ficar coladinha ao colchão, com medo)

E para os amantes de séries, que tal American Horror Story ou Sobrenatural? São ambas bastante actuais, mas muito boas mesmo!

American Horror Story (já vai na 3ª temporada - Coven)

Sobrenatural (o trailer da temporada 9)

Divirtam-se (se conseguirem) MUAHAHAHAHAAHAHHAHAHAAHAHAHHA


domingo, 27 de outubro de 2013

Vícios? Sim, café e Oreo!

Lembram-se do meu post sobre o meu vício de Oreo, aqui?? E lembram-se também de acharem que eu tinha um parafuso a menos, quiçá, e muito muito pouco juízo por ser "fixada" em bolachas Oreo? Pois bem, a culpa não é minha. De facto, no outro dia cruzei-me com uma actualização do Jornal Público pelo Facebook e descobri este artigo, de um suposto estudo, que afirma que as bolachas Oreo viciam tanto como o consumo de cocaína.

Citando aqui: Um recente estudo norte-americano realizado em ratos de laboratório revela que as bolachas da marca Oreo são tão viciantes como a cocaína - e podem provocar comportamentos idênticos ao deste estupefaciente. Os autores da investigação afirmam que estas conclusões podem muito provavelmente ser aplicadas aos humanos.

Hummmm.... bom, se eles dizem, eu acredito. Além do mais, posso sempre pensar em fazer um doutoramento baseado nisto.

Bom, apesar de tudo, continuo a preferir Oreo e consumir drogas continua sem me passar pela cabeça. 

E já agora, se abrirem o link, vão perceber que os ratinhos, esses também comem primeiro o creme e a bolacha depois (espertos, hein?!)


E lá estamos nós na hora de Inverno de novo...!


Com Outubro mesmo mesmo a chegar ao fim, aí chega aquele grande "marco" que nos vem lembrar que o Verão chegou ao fim - a mudança para a hora de Inverno. Para mim custa-me imenso. Com os horários da faculdade "brutais" que tenho este semestre (bem... são sempre "fantásticos"...!), vou mesmo acabar por sair de casa todos os dias ainda de noite, e chegar a casa bem de noite também. Custam-me imenso aquelas aulas em que estou a morrer de tédio e ansiosa por voltar a casa quando vejo anoitecer o dia pela janela. Custam-me os dias pequenos que dão ZERO vontade de estudar e que anunciam os meses de frio, vento, chuva e, no geral, Inverno que vêem por aí. Custam-me muito estes dias; acho-os muito stressantes, porque estou constantemente à espera dos dias maiores, das noites mais curtas, dos dias quentes e solarengos... do VERÃO! Sou uma pessoa 100% a favor do verão, e nem é por ter nascido nessa altura. Simplesmente adoro tudo sobre o verão. Até lá, amigos, ainda vamos ter dias curtos e frios, e noites longas e escuras...


Beijinhos e perdoem-me a ausência :)

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

If life gives you Oreos...




Às vezes sinto-me gorda. Não sou fisicamente gorda, sou até bem magrinha; insiro-me talvez e infelizmente, na categoria de "falsa magra" porque devia fazer mais exercício, e não faço. O meu problema são as Oreos; o meu problema nem são as que como, são as que vejo, ali, no meu feed de notícias do Facebook, vindas da página da marca. E aí eu choro: choro porque quero correr para a loja mais próxima, comprar 3 pacotes de Oreo, parti-las todas e fazer um cheesecake; ou então pegar em chocolate, farinha e ovos e fazer cupcakes de Oreo; ou até mesmo pegar em meia dúzia de limas e fazer uma tarte bem parecida à d' A Padaria Portuguesa. Enfim... quero é comer Oreo.

Caso estejam a achar que é só exagero da minha parte, a sério, vejam a página aqui e digam-me se não ficam logo a salivar? E vão até ao site das receitas e pesquisem "Oreo" para muito boas ideias de sobremesas de aspecto absolutamente delicioso para o Outono que ainda agora começou.

domingo, 29 de setembro de 2013

Brace yourselves!

A Casa dos Degredos, perdão, Segredos 4 começou e já é péssima, absolutamente péssima!

Mini-vestidos, mini-cérebros, muitas água oxigenada nos cabelos, grandes egos, etc... Viva a televisão portuguesa (sarcasmo).

domingo, 22 de setembro de 2013

Encontramo-nos no próximo ano, Verão!


Além de ser o 1º dia do Outono, hoje faz também 16 anos que entrei para a escola --> Corria o ano de 1997 e sim: toda esta nostalgia é nostalgia de finalista.
Vamos então focar-nos nas castanhas assadas, nas romãs, nas batatas doces, nas folhas secas e nos caminhos dourados tão característicos desta estação linda.

Nem sou grande fã da TVI, mas...

... por ti, Pedro Teixeira, até que ligo para lá. Hoje é a final do "Dança com as estrelas" e, Teixeirinha, vou torcer por ti.

Desculpa lá, Cláudia Vieira, sou tua fã mas... Nossa, que biolência...!

Primark no Colombo

Atenção carteiras de abertura fácil; cuidem-se cartões de crédito de baixo limite: a PRIMARK chega finalmente ao C. C. Colombo em Lisboa no próximo dia 10 de Outubro às 12h, no lugar do antigo FunCenter. Imagino as correrias e o mulherio todo em busca das promoções de abertura; imagino as filas gigantescas para as supostas 40 caixas e o caos de roupa desarrumada no dia de abertura (e seguintes!).

Apesar de tudo isso, não pensem que não passarei por lá depois das minhas aulinhas!

Cara Primark, ainda que tenhas vindo para pertinho da minha faculdade no meu ano de finalista, farei com que a proximidade valha a pena!

Ficou o aviso, meninas.

domingo, 8 de setembro de 2013

Terei visto bem?

"Terei visto bem?" foi a primeira coisa em que pensei quando liguei o facebook hoje de manhã e soube que já tinham saído as colocações no ensino superior de 2013: "terei visto bem a nota do último colocado Em Ciências Farmacêuticas na minha faculdade?", "terei visto bem as médias dos últimos colocados bem mais baixas do que o normal na maioria dos cursos?". Medicina, Ciências Farmacêuticas, Medicina Veterinária e Gestão (em Lisboa) foram alguns dos cursos com as médias dos últimos colocados mais baixas dos últimos anos. No meu curso e na minha faculdade, ainda bem me lembro de ter sido das últimas pessoas a entrar na 1ª fase e tinha 16,63 valores, numa escala de 0 a 20; hoje entraram com 14 valores, o que me obriga a pensar sobre "que espécie de alunos são estes que entram agora para o ensino superior?". Será dos exames que foram mais difíceis? Será que os alunos do secundário andam a estudar menos? Será que o ensino secundário anda a perder qualidade? Será isto apenas um dos efeitos da crise?
Bom, pode ser qualquer um deles, na verdade. Com um irmão no secundário, um padrinho professor de secundário e a plena consciência de que estamos em crise eu posso considerar qualquer uma das variáveis, ainda que não concorde com as mesmas. Sei que os tempos estão difíceis tanto para alunos como para professores, como para as próprias famílias, e que podemos estar perante casos em que jovens adiam o ensino superior por falta de dinheiro. Mas não posso deixar de pensar que as notas baixas não se devam também aos próprios alunos. Como irmã de um aluno de 11º ano, sei que os miúdos hoje em dia (não todos, ALGUNS) não ligam tanto ao estudo, preferem adiar pensar no futuro, acreditam que um dia vai tudo acabar bem e que vão ter emprego, e que melhor que estudar é mesmo viver o presente, sair com amigos e tal e tal. É esta a mentalidade do meu irmão: sair, passear, namorar, conviver, estar no facebook e, se tiver tempo, dar uma olhadela nos livros para o teste do dia seguinte. É esta a mentalidade que os meus pais sofrem por tentar mudar e que parecem não conseguir. E é esta mentalidade, do "estuda o mínimo que hás-de conseguir entrar em qualquer coisinha" que estes resultados tendem a incentivar! Esquecer-se-ão porém que, no ensino superior, o entrar no curso é o mais fácil e que o pior mesmo é sair de lá.

Ainda assim, parabéns a todos os que entraram na faculdade (uiiii caloirinhos...! OLHOS NO CHÃO!). Acreditem quando vos digo que são os melhores anos das vossas vidas e que serão absolutamente inesquecíveis! Arrisquem e façam muitos amigos, porque os amigos de faculdade são para a vida. Mas não pensem que vai ser fácil: preparem-se para sofrer, para chorar e para se levantarem de cada vez que vos fizerem cair e não desistam logo à primeira, porque se houver sonho e motivação, hão-de conseguir tentar ultrapassar todos os problemas sempre que se depararem com eles.


sexta-feira, 6 de setembro de 2013

domingo, 1 de setembro de 2013

Dêem-me os abdominais da Iva, rápido!

Estou cansada da minha flacidez...

Em relação ao tango da mesma, só uma crítica: a música é a do anúncio da Calgonite. Durante toda a actuação só consegui pensar em pastilhas 3 em 1 para a máquina.


Nossa que biolência!

Qual Sr. Alberto, qual quê? Quero é dançar kizomba com o Pedro Teixeira para o resto da minha vida...!

Histórias de uma estudante em viagem #1

O Casamento

Esta foi talvez a primeira grande história que ouvi nas minhas mais que muitas viagens de autocarro.
Começou com uma conversa simples, entre duas pessoas conhecidas no autocarro, que falavam de um casamento que ia acontecer e para o qual tinham sido convidadas. Ao longo das semanas seguintes, mais e mais pessoas pareciam falar desse mesmo casamento, muitas vezes em simultâneo, mas não e conjunto: ora conversavam com a amiga ou o amigo no banco do lado, ora pelo telefone. O curioso mesmo era que estas conversas aconteciam um pouco por todo o autocarro, sem que os intervenientes reparassem nisso. Falavam de tudo e bem alto, pelo que era fácil de ouvir: criticavam o envio tardio dos convites, a dificuldade em encontrar roupa em saldos, o facto de os noivos substituído as prendas de casamento por "donativos" dos convidados para pagarem a lua-de-mel (um cruzeiro na Patagónia), as atitudes de "bridezilla" da noiva, chegando até a discordarem com o casamento.
Para mim, a história do casamento já se tinha tornado uma novela. A viagem de regresso a casa era já um acontecimento que ansiava todos os dias e representava o meu momento "novela mexicana" em que não pensava nas reacções químicas, nos cortes histológicos ou nas titulações. Nas vésperas da união, acabei ainda por ficar a saber a data, a hora e o local onde o casamento e as sessões fotográficas se realizariam (num jardim). Sentia-me praticamente da casa! Estava quase convidada, eu e todas as outras pessoas naquele autocarro, mas não fui ao casório... . Fiquei então sem saber quanto dinheiro tinha sido gasto nos vestidos das convidadas, se o copo d'água tinha tido croquetes do LIDL ou não, se a noiva parecia feita de cobertura de bolo e se começou aos gritos com a menina das flores por esta ter andando a jogar à bola antes da entrada na igreja ou se a lua-de-mel tinha tido lugar na Patagónia ou se os noivos tinham decidido ir antes para o Algarve por falta de donativos e excesso de cinzeiros e jarras de flores oferecidos pelos convidados.

Olhando para trás, talvez devesse ter tirado umas horinhas e vestido a minha melhor roupinha para me infiltrar no casamento: gostava de ter sido umas mosquinha para ver se os convidados que falavam no autocarro sem se conhecerem deram uns pelos outros no casamento. Pelo que falavam, devem, no mínimo, ter dado algumas gargalhadas juntos (sem o conhecimento dos noivos, claro!)!


sábado, 31 de agosto de 2013

Meninas, toca a correr para "O Boticário" tipo, JÁ!

Quem é que aqui gosta dos produtos d'"O Boticário"? (Eu, eu, eu...!) Vocês e eu! Pois bem, são os 27 anos da marca e neste aniversário quem envelhece é "O Boticário" e quem recebe as prendinhas somos nós! Pois bem, de 30 de Agosto a 8 de Setembro, passem pela loja e peçam a vossa oferta da linha "Make B. INFINIT" e usufruam de um desconto de 25% em toda a loja, excepto nos produtos em que o desconto já é superior. 

Não precisam de levar nenhum vale; a oferta é do mesmo género que a realizada no dia da mulher (ou no dia da mãe, não me lembro já) e precisam apenas de levar o vosso documento de identificação. Óptimo marketing, não concordam?


Eu já tenho aqui o meu Make B. Kaleidoscope Blush Bronze, e vocês, do que é que estão à espera? Levem a irmã, a amiga, a prima, a mãe, a avó e a tia - não percam é a oferta!
 



sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Memórias de faculdade

Como já devo ter dito por aqui algures, este ano sou finalista do meu curso. Uma vez que estou prestes a começar o meu (por enquanto) último ano como estudante, tenho pensado muito nos últimos quatro anos de faculdade e em tudo o que tem acontecido desde o "fatídico" dia em que comecei nestas andanças.

Decidi então imortalizar as (muitas) horas que passo nos transportes públicos, relatando pequenos episódios, conversas e instantes que aconteceram nas viagens de ida e volta para a faculdade desde 2009. Nos próximos dias, irei então escrever pequenos textos em que irei recordar tudo o que me aconteceu nestes últimos "anos de faculdade", nestes que são os melhores das nossas vidas, nos instantes em que estava nos transportes públicos e aos quais irei chamar "Histórias de uma estudante em viagem".

Beijinho :)
Vânia

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

A miúda perdeu a roupa e o bom senso nos VMAs!

As imagens da actuação da Miley Cyrus nos MTV Video Music Awards 2013 que decorreram ontem estão por todo o lado e mostram que a antiga estrela da Disney perdeu a vergonha e o bom senso no geral. Ok, sim, os VMAs não são os Óscares ou os Emmys, são uma cerimónia mais casual, mais jovem e descontraída, ok, mas vejam o vídeo e pensem comigo: ela é ainda o ídolo de muitas crianças um pouco por todo o mundo e, numa tentativa de se distanciar da personagem Hannah Montana, acaba por fazer aquelas... figuras, à falta de palavra melhor.

O Robin Thicke é um gato - eu e mulheres e homens no mundo inteiro já o sabemos -, mas a mulher dele está no público: controla as hormonas, mulher!

A reacção do meu pai seria ligeiramente diferente da do pai dela.

e aqui fica o vídeo da actuação

Tenho apenas 22 anos. Sou um ano mais velha que a Miley e podem aposta que se eu fizesse tais coisas em público, os meus pais não teriam grande orgulho de mim, nem me incentivariam a continuar: provavelmente ganharia um bilhete só de ida para um convento à escolha. Ainda assim, do alto da minha experiência de 22 anos de existência neste mundo, tenho um conselho para ti, Miley, quando vieres aqui ao blogue (tenho por ali uma ferramenta de tradução e tudo, para não falar no Google translator disponível para toda a gente): não podemos mudar o passado, pelo que o melhor que temos a fazer é aceitá-lo como foi e vê-lo como parte do nosso percurso, apesar de teres todo o direito de te distanciares da personagem que te tornou conhecida, não precisas de o fazer com comportamentos bizarros e radicais, com declarações polémicas ou com manchetes depreciativas na imprensa cor-de-rosa. Nada disso te vai fazer ser conhecida pelas melhores razões ou ajudar a construir a tua própria imagem, sem que te confundam com uma personagem triste e fabricada. Pára com essa coisa de andares sempre com a língua de fora ou de andares sempre a abanar o rabo: isso não é rebelde, mas sim trashy e um bocado slutty. Não estou a querer ser má: estou só a avisar-te da possibilidade de ficares conhecida pelas piores razões e a informar-te de que ainda não é tarde para mudares.

Filha, estás com a língua um bocado branca. Devias ir ao médico ver isso!

(as imagens foram retiradas do site PerezHilton.com)

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Comprei um bikini, e fiquei com "cold feet"

No outro dia, após uma muito extensa procura por peças do género, comprei um bikini. É azul, às bolinhas verdes (não amarelas!). Pronto, vá, têm um bocadinho-inho de amarelo. Comprei o bikini e voltei para casa, satisfeita por já não ter de experimentar mais nenhum até que veja um que valha mesmo mesmo a pena.
Quando cheguei a casa, abri o bikini e comecei a pensar se teria sido a melhor compra. Achei estranho: vi-o duas vezes, experimentei-o duas vezes em dias diferentes. Gostava dele. Trouxe-o para casa e fiquei com dúvidas. Pensei "que estupidez, Vânia! Um bikini é um bikini: mais semana, menos semana, acabará largo como qualquer outro! É só uma peça de roupa, não é um carro, ou um anel de diamantes, ou um marido mal-escolhido!". Decidi não o tirar do saco, ou cortar-lhe as etiquetas; a voz da empregada da Calzedonia ainda ecoava na minha cabeça "tem 15 dias para trocar". Decidi pensar nisso durante a noite.

Entretanto, numa conversa nocturna com amigos no facebook, percebi que eles associavam esta minha "indecisão" a problemas do foro amoroso... Não estou apaixonada, não estou, mas ultimamente tenho sabido de conhecidos meus, pessoas da minha idade que um dia fizeram parte da minha vida, que se casaram recentemente ou que o vão fazer em breve. A somar o facto de me ter inscrito há poucos dias para o meu último ano de faculdade, o quinto e último, parece-me que estou a pôr a minha vida em perspectiva e isso anda a destruir-me a paz de espírito e o início de uma relação com o meu bikini novo.

Talvez então quando conseguir encontrar a minha paz de espírito consiga cortar as etiquetas e tirar o meu pobre bikini azul do saco pendurado no cabide do meu quarto. Ou isso, ou quando me chamarem para a praia: o que vier primeiro.

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Domingo nos canais nacionais #2

A Alexandra Lencastre está a fazer publicidade ao cirurgião plástico com aquele vestido, right? É que, de cada vez que olho para ela só consigo pensar em MAMAS... Péssimo, mesmo!


domingo, 11 de agosto de 2013

Domingo nos canais nacionais #1

Num zapping pelos canais nacionais, tenho a dizer que, pela 3ª vez consecutiva, a Cristina Ferreira aparece com vestidos que "perdem peças" para originar outros e que a Andreia Rodrigues devia ter deixado as botas em casa.

sábado, 10 de agosto de 2013

Caríssimo TLC,

É sábado à noite e tive um dia cansativo: pode, por favor, passar mais Honey Boo Boo, as senhoras dos cupões ou Breaking Amish? Compreendo que os acumuladores e as senhoras que tiveram bebés sem se aperceberem que estavam grávidas também mereçam tempo de antena, mas já cansam.

Estou de férias e apetece-me ver trash tv até cair para o lado de sono..!

Música de Verão? Sem dúvida esta...!

Apesar de já ter uns aninhos, a música de verão para mim é a Menina Bonita dos EZ Special. Apesar do clip não ter tido críticas consensuais na altura em que saiu, esta música representa para mim os dias quentes, as sandálias e os vestidinhos de verão, os amigos, as saídas à noite, os dias de praia e a alegria de se ser jovem.


Quando eu te vejo
Sinto saudade
Dos teus dias quentes
E de tempestade.

Para conseguir
Fazer-te feliz
Fico hoje contigo.

[refrão]
Segunda, passa o dia a correr
Chego a Terça-feira sem a conseguir ver
Quarta, há tanto para dizer
Acordo e ainda posso ver o dia nascer
Quinta, paro para pensar,
Como seria se vivesse noutro lugar?
Menina bonita, é sexta
E vamos vadiar

Não vai levar muito
Para seres capaz
De veres em mim
Mais do que um rapaz
Espero que não seja tarde demais
P'ra levar-te comigo...

Segunda, passa o dia a correr
Chego a Terça-feira sem a conseguir ver
Quarta, há tanto para dizer
Acordo e ainda posso ver o dia nascer
Quinta, paro para pensar
Como seria se vivesse noutro lugar
Menina bonita, é sexta

Só quero ficar
Todo o meu tempo,
Não estragar
Esse momento
Quando passas perto,
Tão perto de mim...

Segunda, passa o dia a correr
Chego a Terça-feira sem a conseguir ver
Quarta, há tanto para dizer
Acordo e ainda posso ver o dia nascer
Quinta, paro para pensar
Como seria se vivesse noutro lugar
Menina bonita, é sexta
e vamos vadiar...

Segunda passa o dia a correr
Chego a Terça-feira sem a conseguir ver
Quarta há tanto para dizer
Acordo e ainda posso ver o dia nascer
Quinta, paro para pensar
Como seria se vivesse noutro lugar
Menina bonita, é sexta...

Quando eu te vejo
Sinto saudade
Dos teus dias quentes...

domingo, 4 de agosto de 2013

terça-feira, 30 de julho de 2013

Ai Bieber, Bieber, vais acabar mal!

"Encontrada droga no autocarro de Justin Bieber"


Ao que parece, a polícia encontrou drogas e material para o seu consumo no autocarro de digressão do Justin, na ponte Ambassador, entre o Canadá e os Estados Unidos da América.

Juro que não entendo qual é a piada que as miúdas acham a este rapaz. Ele só mostrou ser mal-educado e um péssimo modelo para os jovens em todo o mundo. Um rapaz que tinha tanto talento, mas que se está a perder. Uma pena, mesmo...!

domingo, 28 de julho de 2013

TVI Dança Com as Estrelas

O programa onde o discurso da Alexandra Lencastre é digno de um filme pornográfico.

I don't know about youuu, but I'm feeling 22!!

Olá meninas!!

Hoje, dia 28 de Julho, sinto-me 22! É o meu aniversário e, sinceramente, estou feliz e ligeiramente nauseada; acho que é normal.

I feel old...! ... and 22! Depois, digo-vos o que recebi este ano. Beijinho!


sexta-feira, 26 de julho de 2013

Alerta pechinchas na Primark!

Soutiens na Primark do Dolce Vita Tejo que marcam 3€ e passam a 2€ na caixa e que ainda trazem cuecas?  A-DO-RO!

Primark, i love youuu!!

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Eu, solteira num mar de comprometidos

"O meu nome é Vânia e sou uma solteira-holic..."

Se houvesse um grupo de apoio e discussão para pessoas que não conseguem deixar de ser solteiras, esta seria com toda a certeza a minha frase de apresentação. A pouquíssimos dias de completar 22 anos de existência, tenho de admitir algum B-day blues a pairar no ar.

No outro dia saí com umas amigas. Durante a tarde, ao mesmo tempo em que ouvia a minha amiga I. falar do namorado e ao vê-la assim feliz, não consegui evitar pensar que também eu gostava de sentir tal felicidade, que também eu gostava de pertencer ao clube dos casais, clube esse que parece ser demasiado exclusivo.

Uns dias depois, liguei o Facebook e comecei a ver quantas pessoas conhecia que estivessem numa relação e quantas pessoas estavam solteiras, e reparei que o segundo grupo era, sem dúvida, o grupo mais povoado. Isto levou-me a pensar: numa altura em que a amizade está à distância de um clique, estarão as novas tecnologias a distanciar mais as pessoas do que a aproximá-las?

Falei então com solteiros e com comprometidos e verifiquei que a maioria dos comprometidos tinham namorado/a já há bastantes anos e que os solteiros encontravam maior dificuldade em conhecer pessoas novas desde que haviam atingido a maioridade. Fosse eu socióloga, poderia pegar neste ponto e fazer, quiçá, uma tese de mestrado ou até mesmo de doutoramento; sendo eu farmacêutica nem por isso. E por isso, sobra-me apenas opinar e escrever sobre isso; afinal, é suposto este texto não ser muito sério.

Estava a ler o blogue Pippa Coco, quando encontrei este texto. "Ser Solteiro" mostra a perspectiva da autora e blogger sobre o amor e os relacionamentos em três fases da vida e, além de perceber que daqui a 3 anos já o "hoje" terá acabado e "a minha cama parecerá mais vazia que o normal", que, apesar de não ser um drama, o "solteirismo" não é uma condição que queira manter por muito tempo.
"Sair de casa" é o conselho que mais salta à vista, afinal, não podemos esperar que um príncipe encantado venha até nós e nos venha salvar da torre que nos mantém prisioneiras. Por isso, saio de casa, por vezes até sozinha, para ver outras caras. Só que eu não tenho sorte; em vez de conhecer príncipes, cruzo-me com sapos que nada mais fazem que "elogiar-me" as mamas.

Até lá, serei apenas mais uma solteira independentista perdida num mar de casais e amigos comprometidos.

terça-feira, 23 de julho de 2013

Já nasceu o principezinho!

Não sou nem quero ser mais uma entusiasta do bebé real e de todo o aparato que se gerou em redor da pobre Kate, e muito menos concordo com todos os jornalistas que pareciam querer apanhar o melhor ângulo da rapariga de pernas abertas a fazer força.
Mas as fotos da apresentação do bebé que um dia será o chefe de estado do Reino Unido mostram os Duques tão felizes com o bebé e tão fofinhos que quase que dá vontade de esquecer toda a confusão que antecedeu o acontecimento.

Só me resta desejar mesmo muita felicidade aos três e muita sorte!

(e sim, quero tanto um igual! - tão lindinhos)

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Saldos 2013 #1

Olááá!

Os saldos começaram e dia 15 aproveitei logo para ver umas lojas. Apesar de o meu vestido azul ter sido vendido e de as lojas ainda nem terem grandes saldos, aproveitei para comprar umas coisas que vi a bom preço, nomeadamente uma carteira amarela fluorescente - 2,99€ na Tally Weijl, um montão de elásticos para o cabelo (acabo por perder/estragar os meus a um ritmo absolutamente alucinante) - 0,95€ também na Tally Weijl e um macacão de calções curtinhos a 12,99€ na Shop One. Tudo pechinchas, como eu gosto! E nesta última loja tenho já um top cai-cai em vista!


Adoro saldos! É que gosto mesmo!


Girls just wanna have fun!

Ontem passei o dia com as meninas. Adoro!

Ligámos a Wii e a Playstation e foi só dançar e cantar a tarde toda. Okay, a bem dizer foi mais qualquer coisa do tipo pseudo-agressões com os comandos da Wii, seguidas de pisadelas e gemidos de dor, e muita gritaria no Singstar, capaz de acordar os mortos, quanto mais incomodar os vizinhos todos ali dos prédios das redondezas. Still, ninguém chamou a polícia (menos mal...!).


(isto cantado a plenos pulmões tem o seu quê de lindo!)

Jantar acabado, um McFlurry de Oreo com o pessoal! Pena que o tempo estivesse fresquinho...!

Agora que finalmente saíram todas as notas dos exames e que já se acabou mais um ano de faculdade, este sim, mais sofrido do que qualquer outro anterior, que já se festejou com bolos e chicken dance o 18 do último exame, da cadeira mais difícil e, no geral, a mais odiosa, é tempo de praia, tempo de férias, tempo de rir e esquecer a nostalgia de em Setembro iniciar-se o meu último ano de faculdade... .

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Vai Vasco!

Sou fã da Rádio Comercial e da equipa da rádio. Acho-os absolutamente brilhantes e os acontecimentos políticos dos últimos dias têm dado imenso "material" ao Vasco Palmeirim. Aqui fica, para os mais distraídos!

(a propósito da saída do Gaspar)

(a propósito da demissão do Portas - mas como ele agora voltou, Palmeirim, estamos à espera da música do regresso!)


terça-feira, 2 de julho de 2013

Birthday blues gettin' started

Hoje apercebi-me que, quando este mês acabar, já serei mais velha um ano... Pessoas com 22 anos, digam-me, está a ser uma idade produtiva?


E chegou Julho...!

Já vou um bocado atrasada para dar esta novidade, mas o facto é que o mês de Julho chegou finalmente. E entre o entusiasmo da chegada dos dias mais quentes e do final da época de exames (ainda só estou em pseudo-férias, não posso ainda cantar vitória antes de receber as últimas duas notas que me faltam) acabei por me sentir perdida com todo o tempo livre que me descuidei e nem actualizei o blogue.

O que é que  mudou afinal?
- Eu não. Mas acabaram-se os serões no facebook com os amigos e as horas de conversa pelo skype com exames para resolver. Aumentou o tempo livre, isso sim, mas uma vez que ainda me encontro no limbo entre a faculdade e as férias, não consegui ainda encontrar o que fazer - Sou uma workaholic, eu sei... .

E desse lado, ainda estão em exames?? Se sim, muita sorte!
Beijinho,
Vânia

P.S. Este mês faço anos. Serão 22, que medo!

O meu spam não me compreende...!


Não, caro spam, não tenho filhos com quartos para decorar. Talvez possas ser mais útil noutra caixa de correio.

terça-feira, 25 de junho de 2013

E enquanto isso, aqui estou eu a estudar...

Ontem o meu irmão B. foi à praia pela primeira vez este ano; quanto a mim, continuo a exibir e a promover um belíssimo bronzeado de estudante a-sério-que-devo-estar-a-ficar-albina..!

Odeio pessoas que não têm nada para estudar e que podem fazer coisas realmente interessantes das suas vidas, odeio odeio!  :p

terça-feira, 18 de junho de 2013

Ainda em modo ESTUDO.

Ando já cansada de estudar. Mal posso esperar pelo fim dos exames e pelas férias. Nem quero pensar se vou a recursos...!
Por enquanto, posso ir agradecendo ao S. Pedro por este tempo que não me deixa a pensar em férias e praia.

Mais alguém por aí está em Modo Estudo incansável e incessante??


Vá lá, repitam comigo:
Um triacilglicerol triste...
... dois triacilgliceróis tristes ...
... três triacilgliceróis tristes...!


quinta-feira, 13 de junho de 2013

Lisboa, és só tu e eu...


E passo por ti

Condenado a sentir um vazio

Na hora de te abandonar

A lembrança de quem quer ficar

10% de desconto na H&M

Apesar de o "Canto" não ter qualquer ligação/compromisso com a H&M ou seja, não me pagam nem me fazem descontos extra pela divulgação (bem que eu gostava!), decidi informar-vos que a H&M está a oferecer 10% de desconto a partir de amanhã nas lojas de Portugal Continental em artigos abrangidos pelas promoções. O desconto está limitado a um cupão por pessoa e este pode ser impresso ou mostrado no smartphone no acto da compra. Em tempos de crise é de aproveitar. Podem aceder ao cupão aqui e resta-me desejar-vos boas compras!



Beijinho :)

Ai este tempo...


Hoje aproveitei o bom tempo e fui cortar o cabelo (sim, porque sempre que corto o cabelo acaba por chover e assim que dou um passo fora do cabeleireiro o meu cabelo apanha água e fica arruinado). Pena é que a partir de 2º feira vá chover e fazer frio de novo (e logo nesse dia que tenho de ir a Lisboa).

Aproveitemos o bom tempo enquanto ele anda por cá - Verão, vê se vens de uma vez que este tempo já chateia!



Saúde Pública?? Ai sim sim, pergunte que eu respondo.

AHAH Quem me dera que assim fosse!

Não, não percebo nada de Saúde Pública. Haverá disciplina mais esquizofrénica? Será impressão minha ou parte da matéria já a dei noutra cadeira - cadeira essa igualmente interessante, diga-se de passagem - há 2 anos?

Juro que não consigo reter nada disto; chato, chato, chato. Ontem estava tão entediada que fui para a cozinha e fiz bolo de chocolate. O meu irmão já acha piada a isto: diz que adora ver-me stressada porque enquanto tenho exames para fazer, há bolo de chocolate em casa. E deve ter ficado bom, porque hoje o bolo está no fim - quer dizer, não tive queixas!


quarta-feira, 12 de junho de 2013

Junho não é Junho se eu não for às Marchas.

Adoro ir às Marchas. Vou todos os anos ver as marchas, aqui mesmo onde vivo e este ano queria ir a Lisboa ver as marchas de Sto. António. Queria estar no meio das pessoas, envolta em fumo de sardinha, junto às banquinhas de venda de manjericos e ler as quadras que os enfeitam, queria estar num arraial a noite toda a dançar e a rir... .

Mas não... com o mau tempo perdi as marchas de cá, e com o estudo perdi as de Lisboa. Nem pela televisão as vi (que tristeza...).

Para Junho desaparecer completamente do meu calendário só faltava não ir ao S. João a Évora e isso não pode acontecer mesmo! Évora me espera, nem que vá até lá a pé!



quinta-feira, 6 de junho de 2013

Preciso loucamente de férias (e de Leonardo DiCaprio)


Preciso de férias; preciso de sol; preciso de ver o Great Gatsby. Haverá filme com melhor banda sonora e elenco?? Cheira-me a Óscar!


Living, breathing época de exames primavera-verão 2013

Hoje tive um exame. Custa a crer que um exame de 1h tenha sido o culminar de um semestre de trabalho, mas é a verdade. Cheguei a casa (ainda deu para almoçar) cheia de dores nos pés, depois de subir e descer a Avenida das Forças Armadas de saltos (não aprendo mesmo!) e fui ver sandálias, desta vez bem calçada com os meus All-star. Encontrei umas bem giras (uns 4 pares) que vou ponderar comprar à espera que o verão finalmente chegue e que este tempo de Novembro (como diz e bem o locutor da rádio Comercial) dê lugar às noites quentes dos Santos de Junho que ligam tão bem com festa até às tantas, desfiles, sardinha assada e o cheiro a manjerico.
Depois, comecei a estudar para o exame seguinte. Odeio estudar nos dias dos exames; para mim e em circunstâncias normais, isso é proibido, mas desta vez tem mesmo mesmo MESMO de ser!

Leio leio mas sinto que nada entra na minha cabeça... Vou tentar dormir sobre o assunto e confiar na técnica da osmose.

Até amanhã :)

Vânia

segunda-feira, 3 de junho de 2013

3 de Junho de 2013 (quase dia 4)

Época de exames é altura de stresses, de fotocópias, de sebentas, dos "proibidos" exames dos anos anteriores, de conferências de Skype, de decorar perguntas, de ler, ler, ler, ler, ler até nos doerem os olhos, de estudar das 8h da manhã até depois da meia-noite, de refeições apressadas, de programas televisivos nocturnos, de pilhas de revistas "para ler quando tiver mais tempo" em cima da cómoda, de muitas unhas roídas, de post-its com a data de cada exame espalhados por todo o lado (não vamos lá esquecer-mo-nos do dia!), é ter o computador sempre ligado numa rádio qualquer a ouvir música até bem tarde, de responder aos nossos pais "sim, este é difícil" de cada vez que nos perguntam "então, esse é dos complicados ou nem por isso?" e "nem pensar que vou saber isto tudo" quando nos questionam se seremos capazes de aprender tudo o que estamos a ler, é época de escapadelas furtivas ao Facebook e à pasta de jogos do pc para um intervalinho de 5min (que se prolonga sempre para uma boa meia-hora), é estudar na varanda sempre com um olho nos slides e outro para as pessoas do outro lado da rua, é estudar e desejar estar na praia, ou na baixa, ou na esplanada de um café a beber um Compal de pêssego, é imaginar tudo o que poderíamos estar a fazer e não fazemos porque temos de estudar....

É sobretudo o sentido de esforço em prol de um objectivo superior, atrás da ideia de que um dia tudo isto valerá a pena! E, quando menos damos por isso, olhamos para o relógio e reparamos que já é o quarto ano em que fazemos isto, que o tempo passou a voar, que ainda foi ontem que ouvia o meu pai dizer que eu era "mesmo caloira" (lol) e pensar que, no ano que vem, já queimo as fitas, que o meu grupo de amigos já não é o mesmo e que, se tudo correr bem, esta é a minha oitava e penúltima época de exames... a nostalgia é tramada; vou é voltar para a minha Farmacoterapia e decorar mais uns 150.000 nomes de fármacos...


Até à próxima!
Vânia

sábado, 1 de junho de 2013

Dia da Criança :D

Quantos de nós não ouviram os pais dizerem que 'ser criança é que é bom' e 'queres crescer para quê? Vais é ter saudades disto um dia' e não lhes ligaram minimamente?

Hoje, apesar das saudades desses tempos em que tudo era mais simples, acredito que parte de mim ainda é aquela menina que gostava de andar de bicicleta e brincar com as bonecas; e é no papel dessa menina, dessa mini-Vânia que vos desejo a todos um óptimo dia da Criança! :)


Fim do semestre, finalmente!

Depois de muitos trabalhos, muitos stresses e muitas lágrimas eis que chegou o fim do semestre! Agora, exames, vinde a mim!!

(tenho a dizer que ganho os troféus da esquerda e da direita, mas que não mereço o do meio...)

domingo, 19 de maio de 2013

Estou cansada disto, sim??


Cara faculdade,

Entendo que o teu propósito de existência seja obrigar-me a estudar e a saber mais mas isto já cansa. Nas últimas duas semanas obrigaste-me a uma segunda ronda de elaborações e apresentações de trabalhos de grupo ao ponto de eu já não sair de casa desde.... Fevereiro e estar já simplesmente farta disto tudo.

Sem mais e com votos de que o fim do semestre chegue e de uma vez por todas para te poder virar as costas até Setembro,

Vânia

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Sonhar ainda não paga imposto

E, por isso, posso dizer-vos que, se eu, actualmente, tivesse condições financeiras provavelmente substituiria os meus artigos impressos e o meu cansado mini-pc por um brinquedo destes.

Branco, preto, de outra cor qualquer, não sou esquisita... Que pena que os preços sejam mesmo exorbitantes!


Até lá, dream on...

E agora, vou tratar de acabar a minha parte do trabalho de Tecnologia III; so boring...!

Dia do Trabalhador? Podem crer que sim!

Entre estes trabalhos todos e as aulas bem cedo em si, venham de lá essas aulas!


Ufff... Dá para ligar às férias e pedir-lhes para voltar, pleeeease?? Prometo que vou desfrutar delas, prometo mesmo!!!


Saltarei de alegria no final deste semestre!



sábado, 27 de abril de 2013

Não é sempre assim?

Há músicas que ouvimos uma, duas, três vezes e pomos de lado. Mas depois há certas músicas, certas letras que nos prendem e nos deixam viciados.
A letra é linda e cheia de significado. Afinal, quem nunca percebeu que gostava de uma pessoa depois de a perder? Infelizmente, muita gente...

Portanto, aqui fica let her go, dos Passenger.



sexta-feira, 26 de abril de 2013

Porquê, Pull&Bear?? Porque é que me fazes isto?

Hoje fui ver umas montras para a baixa e encontrei um vestido azul, comprido e fluído. Quem me conhece sabe perfeitamente que vestidos compridos não são a minha primeira escolha, de todo; prefiro de longe os curtinhos. Mas este aqui fez-me cair perdida de amores, e depois veio a etiqueta estraçalhar-me o coração... 35,99€ parece-me algo exagerado por um vestido deste tipo, mas enfim. Ainda deu para tirar uma foto nos provadores, caso algum dia venha a ser precisa.



Vânia

quinta-feira, 25 de abril de 2013

O que é que foi? O que é que queres de mim?


Ora é sim, ora é não; ora queres uma, ora queres outra. Que peça me saíste tu...!

Já chega, faculdade, dá para saltarmos para as férias de Verão, por favor??

Dias passados a ler artigos não ficam bem com calor e sol... Estou cansada e cheia de trabalhos! Round two is about to start e eu?? Eu só quero mesmo dormir...!

O que é que me tem ajudado a sobreviver? Eu digo-vos - uma banda sonora decente: Infinity on High, dos Fall Out Boy, American idiot, dos Green Day e The Lady Killer, do Cee-Lo Green, essencialmente! Estou completamente viciada nestes três álbuns, e oiço-os em modo repeat.

Quanto a planos para o feriado? 

Amanhã, esqueçam-se de me acordar, please!



sexta-feira, 19 de abril de 2013

Dia #2 - Corridas

Hoje foi mais um dia em que saí para correr. No fundo, o segundo, mas um de MUUITOS!

Okay, é um bocado solitário ir correr sozinha, mas a mim nem me importa muito, porque me sinto muito melhor depois da corridinha do que me sentiria se tivesse ficado deitada a ver televisão a manhã toda, com tudo por fazer. E hoje? Hoje corri junto ao rio (e que bem me soube!)


terça-feira, 16 de abril de 2013

Porque é que eu nunca me deito cedo?

Depois passo o dia com cara de morta... é que já nem o café ajuda!!

Depois, de manhã é só maquilhagem para esconder as desgraças...!

domingo, 14 de abril de 2013

Hoje corri!!

Embora a vontade de ficar deitada na cama fosse bem grande...! (ai que a inércia de domingo de manhã é tão grande..!)

Mas corri! Saí de casa e fui de facto correr e estou tão mais tão orgulhosa de mim! Foi a primeira de muitas vezes, espero; agora que comecei não posso parar!



Não sei onde é que se vende

Mas que estes calções são só lindos, são!!!


sábado, 13 de abril de 2013

Oláaaaaaa :)

Bem, quem diria que já se passaram tantos dias desde a minha última passagem pelo blogue??

Peço desculpa por isso. No fundo, a culpa nem foi bem minha; com todos os trabalhos (e acreditem que são mesmo mesmo MESMO muitos) mal tenho tido tempo para dormir.

Vida social? Próxima de valores negativos;
Rugas? Umas mil!!! E que se fizeram acompanhar de 300.000 futuros cabelos brancos!

Péssimo, mesmo...

Para piorar? Os dias de sol voltaram e eu sinto-me presa a toneladas de folhas, trabalhos e e-mails, que nem me sinto bem a sair de casa.

Enfim, é tudo por um bem maior (o fim do semestre ;) ).

Vou tentar estar menos ausente nos próximos dias.


Beijinho e continuem a passar por cá!

Vânia

domingo, 24 de março de 2013

Hey meninas!

Desculpem a ausência, mas não é por ter entrado de férias na 6ª feira que o meu ritmo de trabalho tem abrandado; tem até acelerado!! Vocês não imaginam o número ridiculamente obsceno de trabalhos que tenho para fazer... . Bem, eu vou tentar publicar umas coisas por aqui. Até lá, boa primavera e boas férias da Páscoa for everyone!


domingo, 10 de março de 2013

Será normal o fanatismo em redor do Justin Bieber?

Amanhã é o concerto do Justin Bieber e já existem muitas adolescentes acampadas à porta do Pavilhão Atlântico, algumas desde dia 1 de Março, sem os pais e apenas com a companhia umas das outras.

Estava a ver o telejornal da TVI e não consegui deixar de ficar chocada com todas aquelas adolescentes sozinhas, em Lisboa, sujeitas às intempéries e tudo para verem actuar um cantor que nem sabe que elas existem! E para piorar a situação, uma das raparigas - que tinha 15 anos! - mostrou uma tatuagem com o nome do cantor no antebraço e ainda disse que tinha outras cinco feitas também com o nome do Justin Bieber.

Além do par de estalos que ela merecia, se eu pudesse chegar-me ao pé dela dizer-lhe-ir: "Querida, estás parva?? Achas que daqui a 5/10/30 ou 40 anos vais olhar para essas tatuagens e dizer, muito sinceramente, que não estás arrependida??"

Sem querer julgar ninguém injustamente, mas ainda bem que os meus pais nunca me deixaram ter ideias parvas como as desta menina! E, que é aquilo de haverem meninas de 9 e 11 anos a chorarem pelo Justin? Aquilo é a sério? Juro que a minha alma ficou parva! Com essa idade eu gostava de andar de bicicleta e de trotinete, esfolava joelhos e brincava com bonecas; não andava a chorar por cantores, aliás, eu nem lhes ligava, eu só via o canal Panda! Parece mentira como desde 2001 - ano em que eu tive uma trotinete com rodinhas com luzes e que eu achava awesome, a sério eu achava que aquilo era mesmo o top - e 2013 as coisas mudaram tanto!

Se eu algum dia tiver filhas, nem que eu as tenha de prender em casa, não se irão jamais meter num comboio sozinhas para acabarem acampadas numa cidade grande e com criminalidade para verem de longe um cantor qualquer! Nunca!

A sério, se não viram uma das reportagens feitas, convido-vos a verem uma e a tirarem as vossas próprias conclusões.


Ai Toxicologia, Toxicologia...

.... cada vez que olho para os artigos que tenho de ler fico com mais vontade de ir buscar um verniz e pintar as unhas....!

sexta-feira, 8 de março de 2013

Feliz dia da Mulher!

Porque ser mulher é muito mais do que uma questão de anatomia, um muito Feliz dia Internacional da Mulher para todas nós que conseguimos fazer tudo o que os homens fazem, mas melhor (e de saltos!).


sábado, 2 de março de 2013

Dilemas e outras conclusões que tais

Entrei (finalmente) na disciplina de opção de Dermofarmácia. O esforço compensou? Sim, totalmente. Gosto da matéria? Sim! Mas dos trabalhos de casa não tenho necessariamente de gostar... pelo menos, por enquanto.

Estou bem solteira? Sim, óbvio - não devo explicações a ninguém senão a mim mesma e aos meus pais; não preciso de me sentir presa a uma só pessoa e aos seus planos o que é perfeito e não resulta para mim. Mas que, às vezes, sinto a falta de carinho e de um abraço mais especial sim, sinto. Mas por enquanto não há ninguém em vista que valha a pena o meu esforço (ao menos sou honesta neste ponto).

Acho piada ao Harlem Shake - quer dizer, a nova "mania" podia ser bem pior -, mas ainda não percebi qual a origem das coreografias e das roupas.



Enfim, voltemos à análise de caixas de Cosméticos cá de casa. Até mais logo!

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Óscares 2013

O "Canto" aqui pode nem se dedicar a fazer previsões de vestidos da Red Carpet (deixo isso a cargo das muitas bloggers que o fazem melhor que eu) mas isso não significa que eu não esteja já, de pc no colo, às espera da emissão online.

Bons Óscares a todos!


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Long Island Medium??

Aquilo parece-me demasiado ensaiado. Sorry... . Tiques na boca e o facto de ela encaminhar as mensagens dos falecidos apenas depois de obter confirmação das informações pela família deixa-me a pensar que ela é apenas mais uma charlatã com um programa de televisão.


E, é impressão minha, ou os filhos estão constantemente a provocar a mãe?

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Haverá forma de fugir ao dia de S. Valentim?

Como jovem solteira e momentaneamente descomprometida, o dia de S. Valentim não tem qualquer significado especial. É apenas mais um dia como qualquer outro e, como tal, não me afecta minimamente.

A celebração encontra-se associada à lenda de S. Valentim. Muito brevemente, S. Valentim era um sacerdote cristão que viveu no tempo do imperador romano Cláudio II. Foi supostamente, preso, torturado e decapitado a 14 de Fevereiro porque, depois de se ter revoltado contra a proibição do casamento dos jovens, decretada pelo imperador que pretendia estender o seu exército, terá casado muitos pares em segredo. De acordo com uma das muitas variações da lenda, Valentim, no dia da sua morte, terá deixado um bilhete à filha de um dos guardas, de quem se tornara próximo, com a mensagem "do teu Valentim".

No outro dia, num qualquer programa de televisão, andavam a perguntar a algumas pessoas na rua se celebravam o dia dos Namorados e o que achavam desse dia, ou seja, se lhe atribuíam algum significado especial ou se era apenas mais uma festividade estrangeira importada para os nossos costumes. As respostas divergiam: os mais velhos diziam que era apenas mais um dia e que nem tinham o costume de o celebrar por causa do consumismo, dos restaurantes cheios e por acreditarem que o amor deve ser celebrado todos os dias; quanto aos mais jovens, esses quase que previsivelmente eram os que davam maior atenção ao dia.

O facto é que, com tanto amor no ar, excepto para os meus lados, o Dia de S. Valentim torna-se, inevitavelmente, num dia pouco ansiado. Mas... haverá forma de fugir ao dia de S. Valentim?

Ontem estive a ver uns episódios de "O Sexo e a Cidade". Ainda vou no início, porque só comecei a ver à poucos dias. Nesse episódio, havia um "baby shower" a que as quatro amigas tinham sido convidadas. Aborrecidas com todo aquele clima de "bebés", ao qual elas eram estranhas, a Samantha decidiu organizar uma festa "not a baby shower" e foi aí que criei uma analogia entre ambas as situações.

No ano passado, o dia 14 de Fevereiro coincidiu com o dia da escolha de horários. Passei o dia todo a cumprimentar toda a gente - spreading the love - e, tenho de admitir, que, vergonhosamente, passei o dia de volta do meu crush da época. Este ano a minha atitude é diferente: não me interessa nem aquele, nem nenhum outro; o meu coração fechou para férias ainda com data final a definir. Não vou também fechar-me em casa com um balde de gelado e um filme lamechas, ou sequer dar uma festa anti-valentim: vou simplesmente encarar a data como qualquer outro dia; não vou nem ignorar as caixas com flores a murchar à venda, ou os peluches com corações a dizer "I love you", nem sequer encarar como superiores a mim os inúmeros parezinhos espalhados pelas ruas e jardins: simplesmente festejar o facto de não estar nem aí com anjos voadores armados com setas. Só não garanto que não denuncie as publicações de um ex-de uma amiga minha que, de vez em quando mete conversa comigo, e partilha patológicamente imagens alusivas ao amor, a relações falhadas e ao quão destroçado ele se sente por estar sozinho (mas isso só porque é extremamente irritante).


Só me resta desejar um dia de S. Valentim a todos e a todas. Saiam e comemorem o amor, seja de que maneira for!

Bom dia, alegria!


Vá lá meninas, toca a começar o dia de forma positiva.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Dèja-vu's de início de semestre ou, como também se pode chamar, "o dia da escolha de horários"

Com um novo semestre prestes a começar as preocupações são muitas: como serão as novas disciplinas/novos professores/novas turmas/novos horários são algumas delas. Na minha faculdade, além do conhecimento de quais as teóricas a que podemos (e, por vezes, devemos) faltar, o dia da escolha dos horários é uma data a anotar em calendários, telemóveis, agendas e folhinhas por toda a parte. No fundo, é um dia a dedicar exclusivamente à faculdade e à escolha de horários.

O namorado faz anos? - Faz-se a festa noutro dia.

Há um jantar importante? - Não tem problema, vocês não gostavam realmente das outras pessoas convidadas.

O cachorro precisa de ir à rua? - Peçam ao vizinho da frente.

A loja X está a fazer uns descontos brutais e está a maior loucura lá dentro? - Imaginem que a vossa conta bancária ficou a zeros.

O que eu quero dizer é que se tiverem planos para o dia da escolha dos horários podem esquecê-los: o que quer que seja não vai acontecer!

Os horários para este próximo semestre saíram hoje e são péssimos! Lembro-me da minha primeira escolha de horários: foi num dia de praxe, começou ao fim da tarde e acabou com festa e convívio pela noite dentro. Já na altura os horários eram péssimos. O pessoal mais velho e experiente nesses assuntos dizia que "os horários do 1º ano eram os melhores", mas acho que todos sabíamos que não era bem assim e que, no fim de contas, acabam por ser todos péssimos e completamente aleatórios.

Durante o tempo de espera surgem imensos planos, que partem do pressuposto em que A espera por B e escolhem horário X, mas, chegados à sala de escolha, facilmente percebem que não há turmas abertas para duas ou mais pessoas ficarem juntas e acabam por ter que escolher as aulas, turma por turma, até que, a certa altura todas as turmas são abertas novamente. É um jogo de azar, em que nem sempre o facto de se ter um bom número vai significar um bom horário. É uma questão de sorte!

O facto é que os problemas associados a este dia tendem a aumentar com o passar dos anos. Apesar da réstia de esperança de que um dia (em tempo útil, enquanto eu ainda for aluna) as coisas corram bem e sem stresses, o facto é que a realidade é bastante diferente. É, para mim, o dia mais stressante de cada semestre, e também o mais desorganizado e aleatório e desta vez não será diferente. É também a penúltima vez que irei passar por este processo e irei esperar impacientemente a minha vez (o dia inteiro, se chegarmos a esse ponto), por um horário que seja bom para mim. Por enquanto, ainda estou de férias... .